Seara Ao Vivo

Deus conhece nossas necesssidades - Natália Parzanini Brum

terça-feira, janeiro 13, 2015 Natália Parzanini 1 Comments

Testemunho

Participo do Seara desde criança, quando ainda era realizado no ginásio da UFV. Servi pela primeira vez no Seara de 2014. Sempre vi curas sendo proclamadas nos encontros, em especial nos momentos de adoração.

No Seara de 2014 eu tinha uma intenção especial!
Há dois anos recebi o diagnóstico de um problema de saúde de origem genética, nada grave, mas que vinha mudando totalmente minha vida devido às adaptações que se faziam necessárias para a preservação de minha saúde. Era uma restrição alimentar bem severa, onde até o cheiro de alguns alimentos me deixava dias de cama. E mesmo com todo cuidado, minha rotina mudou completamente: sempre no hospital, sempre faltando ao trabalho, praticamente não tinha mais vida social, pois estava sempre debilitada e ainda ouvia muitas críticas de pessoas próximas que não entendiam tanto cuidado assim com a alimentação. Sofria muito. Chorava muito. O que me fazia resistir e não cair em uma tristeza profunda era o amparo do meu marido, que sempre estava ao meu lado.

Então, eu só tinha um pedido a fazer no momento da adoração: eu queria a cura! E assim fui para o Seara; com a intenção voltada a esse pedido.

Chegou o dia da adoração. Pedi à minha equipe para me liberar naquele momento e fui ao encontro do Santíssimo.
Mas, eu não conseguia pedir a cura. Eu tentava começar uma oração, mas não conseguia chegar a esse pedido. Até que senti que eu não devia pedir a cura eu devia pedir para aceitar esse problema de saúde, porque ele veio com um propósito em minha vida. Daí pedi apenas a aceitação.
Assim consegui fazer minhas orações.

Terminada a adoração senti uma tranquilidade diferente de tudo. Senti que Deus me pegou pela mão.

Segui minha vida. Continuando meus cuidados, me adaptando, pesquisando...

A restrição alimentar e os cuidados continuam, mas uma coisa mudou: desde aquele momento de adoração (quase 1 ano depois) não tive sequer um episódio de crise alérgica, não fui mais para o hospital, nem passei dias de cama. Não senti mais aquela tristeza. Meu organismo está mais resistente e posso dizer que estou totalmente adaptada.

Tenho aprendido a cada dia e hoje dou valor a tantas coisas, que antes não eram tão significativas para mim. Participo de um grupo que reúne pessoas com a mesma particularidade (não digo mais "problema") que eu, onde uns ajudam e aprendem com os outros. Conheci pessoas maravilhosas, que fizeram dessa particularidade uma ferramenta para ajudar outras pessoas.

Deus não nos dá o que pedimos. Ele nos dá o que precisamos. E Ele sabe do que precisamos. Temos que aprender isso!

Hoje vejo que Deus se faz presente em cada detalhe de nosso dia a dia. Por isso, valorize sua vida. Pense bem antes de reclamar de algo. Pense bem antes de pedir algo a Ele. Aprenda com suas "particularidades", pois eles não surgem sem um propósito.

E confie! Deus é pai! Ele nos ama!

Natália Parzanini Brum

1 comentários:

Anônimo disse...

Lindo o Testemunho