Seara Ao Vivo

"E o fogo desceu"

segunda-feira, fevereiro 27, 2017 Seara Viçosa 0 Comments

     No Jubileu de Ouro da Renovação Carismática Católica - RCC, Padre D’Artagnan Barcelos, nos convida a celebrarmos as inúmeras graças que o Espírito Santo derrama sobre nós. Ele nos questiona “aonde estaríamos nós se não fosse o batismo e a efusão do Espírito Santo”. Certamente, muitos não estariam vivendo este Seara 2017 se não fosse a RCC. Celebramos nesses 50 anos a alegria! A mesma que foi experimentada no retiro na Universidade de Duquesne, nos Estados Unidos em 1967.

Padre D'Artagnan, pároco em Pedra Bonita, MG. 

     Deus nos dá a graça, porém, o milagre só acontece quando permitimos que Deus tome nossas vidas, como matéria prima, dispostas a viver sob sua ação. A experiência de Pentecoste que Deus quer fazer em nossas vidas aconteceu primeiro na Virgem Maria, quando o Anjo Gabriel foi visita-la, convidando-a para ser a mãe do filho de Deus. Sem mácula, Maria, arrisca toda sua vida no projeto de Deus. A partir deste momento, Ela é a fonte que leva o Espírito de Deus aonde for. Ao visitar sua prima, Isabel, ela faz João Batista ainda no seio de sua mãe exultar de graça.

     Maria, também deseja fazer nossa vida exultar de alegria, ela deseja criar raízes profundas em nós, para que possamos vivenciar uma nova efusão do Espírito Santo. Mas, isso só acontecerá mediante a nossa abertura de coração, porque Deus não força a nossa liberdade. A escolha de ser a mãe do filho de Deus foi desejo do coração de Nossa Senhora. “Disse então Maria: Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra” (Lc 1, 38). A partir desse momento a glória fixou-se no rosto da jovem menina.

     O caminho para o milagre acontecer nas nossas vidas é Nossa Senhora, quando ela chega a efusão do Espírito Santo já está garantida. Por isso, necessitamos seguir o exemplo de Maria, para que possamos experimentar da glória de Deus. Para podermos receber os milagres e as transformações que Deus deseja devemos abrir os nossos corações, pois, mesmo nos mais duros Ele agirá. Nós vivemos ao sabor das nossas paixões, mas a graça de Deus nos puxa para outro lado, e isso é um incômodo, porque a nossa decisão por Deus não pode ser incompleta.

     A RCC é um movimento que não foi planejado e com 20 anos de existência já era o maior movimento da Igreja Católica. Em 50 anos, muitos corações duros já foram amolecidos e se tornaram carne novamente. O milagre de Pentecoste muda tudo, vai além das nossas forças, mesmo quando disfarçamos o amor que sentimos por Deus. O convite para viver as maravilhas do Senhor se estende até para os que já foram tocados por esse Amor; é desejo de Deus que a chama dos nossos corações seja mantida e ganhe ainda mais força. O homem velho precisa morrer para dar lugar ao homem novo, que não seja apegado às suas vontades. Receber a graça do Espírito Santo consiste em não ficar do mesmo jeito, é fazer como Nossa Senhora e entregar a Deus uma folha em branco.

     O desejo de Deus é que possamos agir no amor, não apenas pela razão. A nossa fé é da alma, é o desejo ardente  de que Ele realize sua vontade, incendiando completamente nosso ser. Dizer sim à Deus é a melhor coisa que nós podemos fazer. Fazer a vontade de quem amamos não é difícil, a dificuldade está em arcar com o preço do sim. Importa os planos e os projetos de Deus para nós. O nosso pecado é a matéria prima da graça.

     O milagre que se realiza em Pentecoste, ao qual somos convidados a viver nesse Jubileu de Ouro da RCC, consiste em ajoelharmos diante da Cruz e pedirmos perdão diante do Senhor. Dizendo: “Senhor se eu não tivesse tanto medo da Cruz e das perseguições, o Senhor já teria feito tanto, por mim e por muito mais que necessitam da sua efusão”. O pedido para a realização de um novo Pentecoste é para que possamos ir além de onde já fomos, tornando-nos homens e mulheres novos, morrendo para nossas vontades. É renascer cheios do Espírito Santo, como descreve o Papa Francisco sobre o Batismo no Espírito Santo.

     É necessário tirar as nossas máscaras, pois Deus nos vê além, da forma que realmente somos. Precisamos rezar com Maria e preparar a casa do nosso coração, porque quando o Espírito Santo vem em Pentecostes acontece conosco como ocorreu aos Apóstolos reunidos no Cenáculo com a Virgem Maria. Homens pecadores, se tornam corajosos para anunciar o Evangelho para todos os povos. Hoje, no Seara, somos mais que 12, podemos fazer muito mais. Pois, Deus usa de instrumentos limitados e pecadores para manifestar sua graça.

     Por medo temos impedido ou criado obstáculos à plenitude da graça do Espírito Santo em nossas vidas. Queremos agradar aos outros e nos tornamos morno, é preciso ter coragem para sermos na essência aquilo que Deus desejou para nós. O desejo d’Ele é que nós saíamos com um novo ardor, tendo uma vida com sentido. Há algo muito maior: a experiência do Amor de Deus por nós.

0 comentários: